Morar em condomínio é um exercício diário de paciência. Haja calma para lidar com o ruído do martelo na obra de cima, o vizinho fã de karaokê e os carros mal estacionados na garagem.

Quanto maior o prédio, pior. Há muitos empreendimentos no estilo clube, com milhares de apartamentos, o que tem aumentado o número de conflitos.

Um dos principais motivos de discórdia entre vizinhos é o excesso de barulho, seja da festa na área de lazer, do latido de cães ou de um jogo de videogame.

O presidente da AABIC, Rubens Carmo Elias Filho concedeu uma entrevista para a Folha de S. Paulo sobre o assunto e destacou que a garagem também pode causar brigas.

Confira matéria completa.